Parc

Filme Title: Parc

(Parc, Dir. Arnaud des Pallières, 2008)

Vocês conhecem o diretor Arnaud des Pallières? Eu também não. Mas ele foi indicado à Palma de Ouro esse ano em Cannes, então nós fomos atrás de algum filme dele antigo para que ele pudesse fazer parte da #MaratonaCannes. Como a gente dá prioridade a filmes que tenham tido algum reconhecimento em festivais, uma indicação ao CAVALO DE BRONZE no Festival de Estocolmo foi o suficiente para o escolhido aqui ser: Parc.

You wish, mas não

You wish, mas não

O Parc aqui é um filme francês de 2008 sobre um cara chamado George Nail e outro chamado Paul Hammer que começam uma amizade. Aí a sinopse do IMDb tem a seguinte frase: “a nail is the perfect victim for a hammer”. Tão tosco que eu fiquei ansioso assim pra ver o filme:

Só que encontramos um problema: onde achar o filme? Como o filme não foi lançado no Brasil, nos sentimos no direito de baixar por torrent. E, de primeira, tava indo tudo bem, até que alcançamos o número que entrará para a história do Shitchat como o número do demônio: 70.7%.

af

af

Até tentamos comprar o DVD no Amazon UK, mas as bruxarias da concorrência estavam fortes demais para nós, infelizmente.

o que eu sei de italiano eu aprendi com Terra Nostra OU SEJE

o que eu sei de italiano eu aprendi com Terra Nostra OU SEJE

Mas o Shitchat não vai deixar o fiel leitor sem uma crítica do filme. Afinal, nós temos 70.7% do filme. Então, não sei bem como ele começa, mas com cinco minutos tem um menino sentando na frente de uma casa. Intrigante. Depois um gordo que é o Vidal do Labirinto do Fauno come um treco meio nojento junto com uma mulher que é a Hope Davis depois de três garrafas de Velho Barreiro, repare:

Hope Davis acabada <3

Hope Davis acabada ❤

Aí pulou pra um outro cara dirigindo um carro, mas caguei pra ele, gostei mais da Hope com o gordo. E o gordo aparece, fazendo algum esquema numa garagem e depois pula pra ele cortando uma árvore. Tá emocionante essa merda.

Aí tem uma cena enooooorme de um cara vendo uma casa, acho que ele queria comprar, mas sei lá. Depois voltou pro garoto do início e ele parece uma daquelas lésbicas que faz basquete na educação física da escola. O filme pula aí uns 20 minutos e tá de novo o garoto lá, acho que tá deprimido porque só aparece deitado e tá todo fudido. Tá, cansei.

Vamos ver críticas de profissionais. O user “telket”, de Paris, Europa, comentou no IMDb (site no qual o filme tem média 4,4) que “há cortes para diferentes lugares ou personagens” no filme. Eu achava que era assim que cortes funcionavam, mas “telket” não pode estar errado. Ele diz que “alguns espectadores podem achar o filme insatisfatório por este motivo” mas que “se você gosta de filmes sobre o RICO E SINISTRO, você deveria ver Parc”. Ta.

No Mubi, Parc acumula uma média de 2 estrelas e mais um cadinho. Ninguém deu opinião nenhuma, mas o filme tem três fãs: Lemmycaution, do Marrocos, Marcel Pla, de Buenos Aires, e เอกวิน. Inclusive, Parc é o único filme favorito do เอกวิน, o que me leva a pensar que ele talvez seja a mãe do Arnaud Des Pallières.

EUZINHA SIM, QUE QUE TEM???

EUZINHA SIM, QUE QUE TEM???

No Filmow eu nem achei o filme, mas no Letterboxd o user “apancal” deu uma estrelinha e meia pro filme. Acho que a galera não curtiu muito o Parc. Não sei o motivo. Eu adorei.

NOTA FELIPE ROCHA: 10

Média Claire Danes do Shitchat: Claire meio encabulada com a vergonha alheia que foi este texto.

5 respostas em “Parc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s