Dentro da Casa

dans-la-maison_2012-1-1200x800_scroller

(Dans la maison, 2012, Dir. François Ozon)

O fascínio da observação é a epítome do novo filme do auteur François Ozon. Uma pequena pérola sobre nossa natureza como observadores e nossa condição de observados, seja o voyeur de binóculos ou o curioso no banco do parque, a vizinha fofoqueira ou o stalker de redes sociais, o leitor assíduo ou o amante do Cinema. A obra de Ozon faz um retrato sobre o cotidiano e as idiossincrasias de personagens tão realistas quanto fantásticos, apenas para chegar à síntese da meta. “Dentro da Casa” não é só uma história dentro de uma história. É a história dentro de uma história dentro de um filme, e Ozon faz questão de pontuar isso. Quando não é uma satisfatória comédia de humor negro ou um drama intensamente envolvente, é apenas bom Cinema.

A narrativa de Dentro da Casa mescla duas histórias que por si só dariam bons filmes. Em uma, um jovem de 16 anos cativa seu professor de Literatura ao escrever contos envolventes narrando suas visitas à casa de um colega de classe. O que começa como coaching vira jogo de provocações entre as partes conforme o professor fica obcecado com a sequência das histórias. A outra parte é sobre Claude Garcia, o tal garoto de 16 anos, e seu relacionamento com os familiares do colega Rapha. Suas frequentas visitas à casa da família começa como obsessão, vira trabalho de escola e se transforma em soap opera (dos bons).

aprovadíssimo esse filme

aprovadíssimo esse filme

Ozon tem um talento nato para envolver, seja pelos diálogos afiados ou a fluidez inegável do roteiro. Apesar de baseado em peça teatral, o filme não traz elementos teatrais. Pelo contrário, Ozon faz questão de ser o mais cinematográfico para alcançar seu objetivo. Nesse caso, não podem faltar elogios para a boa fotografia ou para a montagem (essencial para a natureza da narrativa). Tecnicamente, o filme é uma delícia de se assistir. São pouco mais de cem minutos conduzidos com a virtuosidade de um cineasta que sabe o que faz.

danslamaison

O grande mérito do filme porém, são os personagens e os dilemas nos quais se envolvem. Todos muito interessantes e cheio de nuances que vão sendo reveladas e desconstruídas conforme a metalinguagem vai explorando o que é de fato uma boa história e o que são personagens plausíveis. Como devem agir, quais são suas escolhas, o que está por trás de seus atos e qual a importância dos mesmos para a história. Ozon se diverte na auto-crítica, e por consequência, nos deixa satisfeitíssimos com a crocância de sua genialidade em saber explorar sua ideia à carga máxima.

Para facilitar nosso envolvimento com esses personagens gostosíssimos, temos um elenco igualmente cintilante. Ernst Umhauer é o Claude Garcia perfeito e sua química com Fabrice Luchini é essencial para nos fazer acompanhar a evolução da história. As delícias ficam por conta de Kristin Scott Thomas roubando cenas (maravilhosa, como sempre) e a Emmanuelle Seigner (gostosa como de costume). Mas fiquem de olho em Denis Ménochet, que tem pelo menos uma cena de dar nó na garganta.

photo-Dans-la-maison-2012-6-1024x681

#MILF

“Dentro da Casa” é o filme que você provavelmente não viu, então corre pelo amor de Claire Danes porque, como bem disse Paola, esse filme vale a pena. Não só é um dos melhores do senhor Ozon (que tem suas maravilhas), como também um dos dramas mais originais em termos de técnica e composição que você verá este ano. Seu desfecho, carregado de uma melancolia quase desconcertante, é certo de ficar na cabeça por um longo tempo. É um filme sobre eu, você, Ozon, a vizinha do lado, o boy que você persegue na internet. É, digamos, um ensaio sobre a vida crocante dos outros.

NOTA WALLYSSON SOARES: 9,0

Média Claire Danes do Shitchat: revoltada que mais ninguém viu esse filme.

tumblr_mgwmwxIBz31qge76qo1_400

6 respostas em “Dentro da Casa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s