Boardwalk Empire – 3ª temporada

bordoada-1

“Bone for tuna.”

Mesmo com pedigree da HBO, produzida pelo velhinho preferido de todos, e com elenco delicioso, Boardwalk Empire (aka Império do Calçadão / Bordoada) continua uma série ignoradíssima. Cabe até processo nos envolvidos (sim, vocês mesmo do shitchat). Por outro lado, os lindos que fazem de Bordoada uma das três melhores séries em exibição (se você não sabe quais são as 2 melhores pode ir se retirando) são merecedores do troféu Claire Danes de Burca (mesmo que a série da amada Carrie tenha roubado todos no Emmy passado).

Nota do Shitchat: Walita, kirido, sossegue a piriquita, pois você é o único da Equipe que viu essa temporada. Att,

Mas, vamos ao que interessa: após 2ª temporada sensacional que culminou em desfecho mindblowing, as expectativas eram altas. E após uma premiere luxo e riqueza que reabriu todas as feridas da temporada anterior (menos a que fora enterrada), a série continuou seu ritmo casual e eficiente de episódios tecnicamente impecáveis, recheados de diálogos yummy e personagens envolventes, padrão estabelecido desde a temporada número um. Apesar de não trazer grandes surpresas ou momentos ~explosivos~, boa parte da temporada demonstra o enorme talento por trás da empreitada, contando com nomes como Allen Coulter, Jeremy Podeswa e claro, os maravilhosos Tim Van Patten e Terrence Winter (que assinam os melhores momentos).

Bordoada é um filme épico em um formato inusitado. Da fotografia expressiva ao roteiro meticuloso, exala cinematografia. A narrativa é paciente e trabalhada em diálogos, mantendo o bom ritmo apesar das restrições impostas pelas escolhas. É, como o irmão Mad Men, uma aula de como contar uma história com personagens dos mais interessantes e temas deliciosamente provocativos. E tudo envolvido em uma trama de gângsters e showgirls que deve deixar nosso amigo Marty orgulhoso.

GOZAI-VOS

GOZAI-VOS!

A terceira temporada de Império do Calçadão se beneficiou também do melhor vilão da série. Falo de Gyp Rosetti, interpretado por Bobby Cannavale com todo o fogo e ardência de uma boa apimentada (falando sério, o cara ta sensacional). Roubando todos os momentos, cada novo episódio era uma nova expectativa por Gyp e suas indecências.

Nada nos prepara porém, para os últimos cinco episódios da temporada. Angustiantes e terrivelmente tenebrosos, acompanham o início de uma rixa que se transforma em guerra que vira um banho de sangue, e que banho de sangue fantástico! O melhor é que, no meio das intrigas, dos tiros e do sexo, ainda arrumam tempo para trabalhar nuances e revigorar personagens como Richard Harrow (sempre genial) e Nucky Thompson, que segue evoluindo desde o Piloto e surpreendendo cada vez mais (e um beijo para o fantástico Steve Buscemi).

Na somatória de todos esses ingredientes crocantes, temos mais um exemplo de como a TV não deve ser subestimada e não está deixando nada a desejar aos grandes do cinema. O clamor aqui é que vejam Boardwalk Empire (pelo amor de Claire Danes!), e se deliciem com a falta de pureza e a promiscuidade desses personagens maravilhosos que não se desculpam por serem safados, cretinos e simplesmente badass. No mais, bone for tuna!

bordoada-3

NOTA: 9,0

Média Claire Danes do Shitchat: 9,0 (pois só a minha nota basta <3)

Média Claire Danes do Shitchat: 0,0 para Walita por achar que só a sua nota já bastava

Homeland-1

9 respostas em “Boardwalk Empire – 3ª temporada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s